Implantado o primeiro Bioágua Escola

BioEscola

Bioágua Escola no Assentamento Santa Agostinha, Caraúbas-RN.

Entre os dias 4 e 10 de junho foi implantado o primeiro Bioágua Escola de uma série de 23 que serão executados no Projeto Bioágua Familiar, como parte da estratégia metodológica do Projeto para a implantação dos 200 Sistemas Bioágua Familiar (SBF) previstos.

O evento ocorreu no Assentamento Santa Agostinha, Caraúbas-RN, através de um curso prático de montagem de um Sistema Bioágua Familiar, na casa/quintal da família do casal Evanildo e Aline. Participaram do curso 6 técnicos/as, 2 pedreiros e 17 agricultores/as (8 mulheres e 9 homens) representantes das famílias do assentamento Santa Agostinha que integram o Projeto Bioágua Familiar – que nas próximas semanas implantarão o SBF em suas casas/quintais.

O curso foi ministrado pela equipe técnica do Projeto Bioágua Familiar, no âmbito da parceria entre a ATOS, Projeto Dom Helder/SDT/MDA-FIDA e UFERSA, com patrocínio do Programa Petrobras Socioambiental. A metodologia aliou a prática do passo a passo da montagem do SBF a momentos de reflexão coletiva sobre os motivos de se fazer como tal, complementado por orientações de manejo de cada componente do sistema e de seu funcionamento como todo.

Dessa forma, a partir do dimensionamento prévio do SBF (croqui, oferta e demanda hídrica e lista de materiais), todos os participantes aprenderam desde a mais básica atividade de implantação até as etapas de montagem e manejo do sistema de irrigação por gotejamento para hortaliças, fruteiras e plantas forrageiras. O itinerário metodológico do curso abordou os seguintes temas para implantação do SBF: convergência hidráulica da casa (coleta da água cinza), construção do filtro biológico e tanque de reuso, preenchimento do filtro (camadas filtrantes e colocação das minhocas), construção e preenchimento do minhocário, viveiro de mudas, coberta e instalação elétrica da bomba, montagem do sistema de irrigação por gotejamento, cerca, canteiros para a produção de hortaliças e covas para fruteiras e forrageiras, compostagem, teste do sistema de irrigação e instruções de uso, plantio e orientações iniciais de manejo de hortaliças, fruteiras, gliricídia e moringa, bem como sobre manejo do solo e água.

O Bioágua Escola, além de seu caráter permanente de aprendizado dentro do assentamento, faz parte de uma pesquisa prevista no Projeto, com a participação de professores e alunos-estagiários da UFERSA, que monitorará 20 SBF’s, entre os 23 a serem implantados, com o objetivo de ampliar os conhecimentos sobre aspectos importantes de funcionamento dos SBF, tais como a eficiência de tratamento da água cinza, a oferta de água cinza para o sistema, o comportamento do solo e qualidade e quantidade dos alimentos produzidos no sistema, dentre outros.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s