Análises químicas de solo nos sistemas do Bioágua Familiar

Coleta_1

As características físicas e químicas do solo, entre outras coisas, influenciam a produção de alimentos. Por isso, foram previstas análises do solo, em locais onde os sistemas Bioágua Familiar (SBF) serão instalados. Essa pesquisa já foi iniciada, sob a responsabilidade da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) e em parceria com o Projeto Dom Helder Camara/SDT/MDA/FIDA e a ATOS. É uma atividade no âmbito do Projeto Bioágua Familiar que é patrocinado pelo Programa Petrobras Socioambiental.

Como o SBF prevê reuso de água e práticas agroecológicas, é possível que sua implantação provoque alterações na qualidade do solo. Em relação ao reuso de água, esta prática pode influenciar positivamente na qualidade do solo podendo, por exemplo, aumentar a concentração de matéria orgânica, possibilitando maior retenção de água. Por outro lado, efeitos negativos podem ocorrer como a concentração de sais solúveis na superfície do solo.

Dessa forma, objetiva-se verificar características químicas do solo utilizado para produção de hortaliças e frutas irrigadas com os efluentes dos respectivos filtros dos sistemas bioágua a partir de práticas agroecológicas (cobertura morta, consórcio e rotação de culturas, adubação verde, composto orgânico, etc). Essa verificação está prevista para 20 sistemas, sendo que a primeira amostragem se refere ao tempo zero que significa amostragem do solo do local do SBF e deve ser realizada antes da implantação do sistema.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s