Minhocas: Grandes aliadas no reuso de água cinza

As minhocas estão presentes no filtro biológico com uma importante contribuição na purificação da água cinza, e também contribuem na produção de húmus por meio da vermicompostagem, que é utilizado como fertilizante para as hortaliças cultivadas no Sistema Bioágua Familiar (SBF).

minhoca

No SBF a minhoca utilizada é a vermelha-da-califónia ou Eisenia foetida (Savigny, 1826). É uma espécie originária do norte da Europa, apresenta um comprimento médio, quando adulta mede entre 7 e 13 cm, com um diâmetro máximo de 3 a 5 mm, sua cor é vermelho amarronzado com listras amareladas entre os anéis. Entre 4 a 10 dias após acasalamento colocam casulos, estes eclodem após 20 a 30 dias, de onde nascem de 2 a 15 indivíduos de cada casulo, estes, por sua vez crescem e chegam ao estado de maturidade sexual depois de 35 a 60 dias. Esta foi a espécie que se adaptou melhor ao clima semiárido brasileiro, e também às condições do filtro biológico, que recebe frequentemente as águas cinza domiciliares.

Para iniciar o SBF, utiliza-se 1 quilo de minhocas para o minhocário e mais 1 quilo de minhocas para o filtro biológico, totalizando um aporte inicial de 2 quilos para cada SBF. No minhocário utiliza-se esterco curtido de caprinos e ou de bovinos, de origem conhecida, também são utilizados os restos culturais das hortaliças, folhas moles e ou frutos. No filtro biológico já coloca-se material transformado em húmus pois as minhocas irão trabalhar os resíduos aportados junto com as águas cinza doméstica.

Com uma boa população de minhocas no minhocário, o húmus fica pronto em 4 a 6 semanas, neste ponto deve-se fazer a separação entre o húmus e as minhocas utilizando uma peneira grossa. Daí deve-se iniciar um novo processo de compostagem. O húmus produzido deve ser consumido em até 6 meses depois de pronto, depois disso começa a perder nutrientes. Em relação ao húmus do filtro biológico, este deve ser trocado a cada seis meses, também procedendo com a separação e reaproveitamento das minhocas, recomenda-se que o mesmo passe pela compostagem antes de utilizar na produção de alimentos para eliminar possíveis contaminantes retidos durante a filtragem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s